• Ícone do Vimeo Branco
  • Ícone do Youtube Branco
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
Paisagem

   Em destaque   

Eliza Capai assina a direção de "Elize Matsunaga: Era uma vez um crime"

 

Pela primeira vez após o caso, a ré confessa quebra o silêncio em entrevista para nova série documental da Netflix, que traz ainda depoimentos de familiares e colegas de Elize e da vítima, além de especialistas que acompanharam as investigações. Traz também os detalhes que sucederam o fato, desde tentativas de acobertamento do crime, passando pela confissão, prisão, julgamento e também saídas temporárias, que foram acompanhadas pela equipe de filmagem.

Longas

Curtas, Médias e Séries

 
 
 
 

 

Diretora de documentários

com temas relacionadas a gênero e sociedade

Eliza assina a direção da primeira série brasileira true crime original Netflix. "Elize Matsunaga: Era uma vez um crime" entrevista pela primeira vez a ré confessa de um dos crimes mais famosos do país.

 

Seu terceiro longa, "Espero tua (re)volta", estreou na Berlinale (2019), com os prêmios da Anistia Internacional e o da Paz. O documentário participou de mais de 100 festivais, e ganhou mais de 20 prêmios.

 

Em 2016, lançou seu segundo longa: “O jabuti e a anta” reflete sobre as gigantes hidrelétricas amazônicas através de ribeirinhos e indígenas.

 

Em 2014 seu curta “Severinas”, sobre a autonomia feminina no sertão, foi finalista do Prêmio Garcia Marques de Jornalismo Ibero-americano.

 

Seu primeiro longa, "Tão Longe é Aqui" (2013), discute a situação feminina a partir de uma viagem pela África e foi lançado com o prêmio de Melhor Filme na Mostra Novos Rumos do Festival do Rio, entre outros prêmios no Brasil e no exterior.

Eliza assina a direção e roteiro de diversos curtas-metragens e séries para TV e web, incluindo "#Resistência" (2017), lançando de forma independente em mais de 80 cidades, o premiado "No devagar depressa dos tempos", e a série "É proibido falar em Angola" realizada em parceria com a Agência Publica de Jornalismo Investigativo.​

Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo,

Eliza completou sua formação como bolsista no OpenDocLab/MIT.​

Eliza Capai